Um estudo entomológico

Lembrando dos questionamentos técnicos de Norberto Kawakami, escrevi:

Há tempos que preciso fazer um estudo entomológico, por várias razões:

Minha irmã Téu vive falando das diferenças entre mariposas e borboletas,
comparando corpinhos e asas das que dobro e dizendo:
– As borboletas são mais simples e aparentam maior leveza.
Então, quais dessas são borboletas?

Marilda olha desconfiada para todas as borboletas que dobro e diz cantando:
– Essas borboletas não me convencem!

Ana Agra ama borboletas e quer muitas na sua loja:
– Eva, minha loja está tão feinha, precisando de origamis para alegrá-la!

***

As borboletas de Michael La Fosse partem de uma mesma base para chegar a diferentes e perfeitas formas, chega assustam de tão belas!

Fátima Granadeiro mandou o diagrama para mim ontem.
Que elegante a borboleta dela!
Merce ser dobrada com papel dupla-face, o mais lindo possível.
Sua base dialoga bem com a de Yoshizawa. Esta, bela e clean.

Simples e perfeita é a de Paul Jackson.
Indicial, exige um nível de abstração maior do fruidor.
Gosto disso!
Sempre presente nas oficinas!

Já dobrei muuuuito a diagramada por Irmgard Kneissler, muito antes de saber onde o origami poderia me trazer.
Ainda não sei onde vou parar!

A do autor desconhecido, alguém conhece?
Achei estranha, alongada demais…

Eita, Norberto, não consegui ser técnica!
Assume essa missão, querido!

Beijinhos,
eva

***

Cliquem na imagem para melhor visualizá-la.
; )

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s